Xeg - Susana - Clickletras.com.br


Letra Susana

Era sexta feira à noite como tantas outras,
Fui 'chillar' com um sócio pra apanhar uma granda toca.
Tipo dias de sons de merda
Mas com damas buéda loucas
Descontos na entrada só com sapatos e boa roupa
Eram duas da manhã e já tava eu com uma ganda tola
Encostado ao balcão a segurar um whisky cola
Apareceu o meu sócio a apresentar-me uma dama
«Olá boa noite eu sou o Rui»
«Olá eu sou a Susana»
Morena, pele brilhante, corpo bem desenhado
Olhar sufocante, cabelo entraçado
E o bebi e disse, há dicas que não valem a pena
E eu hoje não vou pró bip sem tentar esta morena
Então rossa, desliza, provoca, improvisa
Tirei o blusão e levantei as mangas da camisa
Se tava calor? Era o dia mais quente do ano.
O dj estava a passar um ragga se não me engano
Dançámos bem cá em baixo, até fazer suar,
Eu perguntei-lhe se ela queria ir la fora apanhar ar
Depois bazei, 5 minutos depois ela chegou
Não foi preciso inventar,bastou beijar ninguém falou
Tipo.. beijos, amassos, roçanços , abraços
O tempo estava perfeito só faltava era o espaço
Yo boy, hoje era o meu dia de sorte
Acabámos a noite em cima do capô do bote
(Ahhhhhhhhhhhhhhhhh bruto ahhhhhhhhhhhhh)
Passou paí uma semana tocou o meu 93:
«Lembras te de mim? Sou a Susana queria te ver outra vez»
«Claro que lembro dama, mas combinamos o quê?..
Tá-se bem 8:30 no restaurante chinês»
Pensei tenho que me vestir bem, se não ainda me queimo
Vesti calças de ganga e tirei o fato de treino
Tshirt hip hop e rockford pró cenário
Passei no shoping e pus a amostra do perfume mais caro
Chegando lá ao local um bocado atrasado
So para manter aquela onda um gajo não está muito interessado
Lá estava ela com os seus traços mestiços,
Peitos arrebitados que até pareciam postiços
Calças justas ao rabo
Lábios pintados de vermelho, de quem passou muitas horas em
frente ao espelho.
«Isso tudo é pra mim?», pensei eu em voz baixa
Não vejo a hora de voltar a comer essa?
Tava com fome, a chinoca trouxe o jantar
Conversámos sobre tudo o que havia pra conversar
Ela sabia falar, era educada e simpática
Tava a aprender a teoria uma semana depois da prática
Não é normal
Nunca me tinha acontecido
Era a primeira vez que tal me tinha sucedido
Fez-me sentir especial,
Senti as dicas verdadeiras
Acabámos a noite lá no Ibis em Oeiras
?
Passaram-se praí 3 meses, não praí 2 e tal
Viamo-nos 2x por semana só com sexo normal
Senti ela a aproximar-se a tentar controlar-me
Mas dama, quando um gajo sente
Um gajo não foge dos seus charmes
Tá-se bem, tá-se bem
Porque essa é a dica
Ela é boa, educada, inteligente e bonita
Continuamos mais juntos já tipo namoro
Foram praí mais 2 meses
Sem discussão nem choro
Até que um dia me ligou tipo, mistério,
Pelo tom da voz dela o assunto parecia sério
Cheguei lá no crib senti que ia haver estrilho
Ela chegou-se ao meu lado e disse:
«Rui eu tenho um filho»
E eu disse: «foda-se Susana, porque é que não me disseste
nada? Andamos há tanto tempo mas que cena mais marada»
Não te sinto essas dicas, o que é que eu posso fazer
Eu só não entendo porque é que me andaste a esconder
«Ah, mas isso não é esconder»
«Ai não? Então isso é o quê?»
«Ah, mas ele tá com a avó»
«E não tá contigo porquê?»
«Achas que eu tenho condições?»
«Eu sei que isso é fodido. E o pai?»
«Esse anda desaparecido»
«Tá-se bem meu doce»
«Não, não se está bem nada,
«O que é que foi então?»
«Tenho uma cena mais lixada»
«Ah tens? Fala logo, diz ai»
«Sabes Rui, é que eu tou grávida de ti»
Eu não andava bem, não queria saber de nada
Eu achava que ter um filho era uma cena planeada
Mas o que eu achava mais estranho
É que ela não andava preocupada
Havia algo que não tava bem no meio desta embrulhada
Um dia fui a casa dela
Senti uma dica burra
O people á porta do prédio tava-me a estigar de surra
Andava desconfiado que algo não tava bem
Mas o maior problema
É que eu não conhecia ninguém que a conhecesse
E o sócio que me a apresentou
Também apenas a tinha conhecido nesse dia
Se calhar isto é só mania
Eu é que já não tenho idade pra truques tipo magia
Um dia por acaso encontrei lá um sócio meu
Comecei a conversar e algo estranho aconteceu
Contei-lhe a minha dica e ele começou logo a rir
Ele disse que a bacana era famosa em mentir
Disse tudo o que sabia dela
Que era uma ganda quarra
Quando vê alguém mais quente
Faz tudo isso e se agarra
Mas eu não sou desses comigo vai levar barra
Vou-lhe mostrar por A B
Que meteu se com a pessoa errada
Telefonei-lhe logo de seguida
E disse:«Quero falar contigo!»
Fui buscá-la de carro e obriguei-a a vir comigo
Passei na farmácia e comprei um teste de gravidez
Ela recusou-se a fazer e todos sabemos porquê
«Ó Rui eu amo-te tanto»
«O que é que pensas de mim?»
«o que é que se passa meu amor eu nunca te vi assim»
«Ah vai-te foder. Já acabou a brincadeira. O jogo mudou, agora
é à minha maneira»
«Finge que nunca me conheceste, tipo nunca me viste, porque tu pra
mim sua vaca tu não existes. Desaparece, tipo morreste, quando
me voltares a ver na rua finge que nunca me conheceste»

Refrão: Ei ó Susana porque é que tu és assim?
No fundo eu até curtia de ti, tiveste a armar-te em puta e
agora
foi o fim.

2x