Viejo Corne - Anagramas do Buraco - Clickletras.com.br


Letra Anagramas do Buraco

Janelas quebradas para improvisar soluções,
Geraram aborrecimento num buraco.
O desamparo não e nada mais que
Um rasgão na sequencia imperfeita das coisas.
Sinceramente aquele velho vicio não e mais que
Um exagero sem cautela que nos deixa solitários.
Cavando uma cova que eu mesmo desfiz
Eu pude ver uma fenda se abrindo no chão
A brecha do silêncio emudeceu o tempo
E fez enfraquecer aquela antiga solidão.

Janelas quebradas para improvisar soluções,
Geraram aborrecimento num buraco.
O desamparo não e nada mais que
Um rasgão na sequencia imperfeita das coisas.
Sinceramente aquele velho vicio não e mais que
Um exagero sem cautela que nos deixa solitários.
Cavando uma cova que eu mesmo desfiz
Eu pude ver uma fenda se abrindo no chão
A brecha do silêncio emudeceu o tempo
E fez enfraquecer aquela antiga solidão.