Vânia Bastos - Frevo diabo - Clickletras.com.br


Letra Frevo diabo


É bom é brabo é o frevo
Diabo no corpo, torto, corpo
Pára mais não
Fogo no rabo de qualquer cristão
Solta o frevo diabo e adeus procissão
Pelo sinal da santa cruz pandemônio
No dia da padroeira
Não tem romeira, tem, são morenas
Não tem novenas, diabo, a gente é feliz
Não tem sermão tem não
Tem orquestra
E cana e briga e fogo e festa na matriz

É o barro, é o berro na garganta
Olha a jinga da santa
Devagar com o andor
Meu corpo já não sabe o que faz, Satanás
Diz para parar faz um pouco mais
Faz o diabo
Hoje é que eu me acabo irmão