Vânia Bastos - Clareou - Clickletras.com.br


Letra Clareou


Clareou relampejava
O tambor anunciava
Raios e trovões pro jovem rei Nagô

Xequerê e abataque
E o xerê que bate-bate
Pro irmão mais novo de Obaluaê

O semblante do guerreiro
Era o desespero de Iansã
Alma errante
Linda, negra