Valdomiro Maicá - De sapucay e chamamé - Clickletras.com.br

Letra De sapucay e chamamé

A minha voz salta da alma
Num eco que lá se vai
Destilando encantos costeiros
No coice dum sapucay.

A cordeona entra em cio
Parece que é e não é
Se engravida de lonjuras
Pra parir um chamamé.

Sapucais trazendo encantos
Ventos em loucos bramidos
No rancho de chão batido
Coberto de Santa Fé
Um timbre chamamecero
Entre glosas e cantares
Espalha na anca dos ares
Sapucai e chamamé.

Na gaita se houve o murmúrio
Das enchentes do Uruguai
E a lua adormece ouvindo
Chamamé e Sapucai

Uma estrela no alto pisca
Igual o lunar de sepé
E a noite pampa boceja
Sapucai e chamamé.