Tara Perdida - 3 de Maio - Clickletras.com.br


Letra 3 de Maio


Fujo a tudo o que não sei
Não confio em ninguém
Analiso a situação
Deito tudo a perder
Jogos de quem quer esquecer
Mais uma revelação

Mais um dia em vão,
respira-se aflição no ar
Não há solução, mas há que continuar a tentar
Já não sei peço a alguém
Que me lembre quem eu sou
E o tempo a passar
E o vento não quer soprar
E um dia no sonho de alguém eu fugi p´ra ficar
Sem poder falar não há nada a fazer
As duvidas no ar
E não aparece quem eu quero ver
Farei o que tiver que ser

Conto tudo o que não sei
Não respondo a ninguém
É a manipulação
Não consigo compreender
Dias de tudo a perder
Continua a confusão

Mais um dia em vão,
respira-se aflição no ar
Não há solução, mas há que continuar a tentar
Já não sei peço a alguém
Que me lembre quem eu sou
E o tempo a passar
E o vento não quer soprar
E um dia no sonho de alguém eu fugi p´ra ficar
Sem poder falar não há nada a fazer
As duvidas no ar
E não aparece quem eu quero ver
Farei o que tiver que ser

Podes fugir
Imaginar
Em conseguir
Mas nada irá mudar
Podes fugir?
O que importa
Não há nada a esconder
A revolta
O sentimento
É tentado a esquecer
Podes fugir?
Morre de uma vez
Posso encontrar
Dois mais um são três
Incendiar
O mundo à tua volta
E fazer dele um inferno
E fazer dele um inferno
E fazer dele um inferno