Sandro & Rangel - Caminhão na Estrada,Coração na Cama - Clickletras.com.br

Letra Caminhão na Estrada,Coração na Cama

o dia nem bem amanhece ainda é madrugada
o relógio há pouco me avisou que é hora de partir
beijo o rosto adormecido da mulher amada
e deixo um alô no bilhete antes de sair
enquanto o motor aquece eu arrumo a bagagem
mas sempre com muito cuidado pra não lhe acordar
que Deus ilumine os meu passos por essa viagem
e me proteja dos perigos por onde eu andar

caminhão na estrada coração na cama
ela está dormindo e eu já vou seguindo o dever me chama
caminhão na estrada coração na cama
quando ela desperta e a saudade aperta a paixão reclama

o caminhão vai deslizando nas curvas da estrada
deixando rastros de saudade no retrovisor
de vez em quando dou um tempo e faço uma parada
e pelo telefone eu ouço a voz do meu amor
a solidão jamais assusta quando a gente ama
e mesmo assim eu vou contando as horas pra chegar
e com o caminhão na estrada e o coração na cama
eu vou levando a minha vida sempre a viajar