Rock In Ronald - Saudade Clássica (Caseira/projeto) - Clickletras.com.br

Letra Saudade Clássica (Caseira/projeto)

De que me adianta viver na cidade se a felicidade de verdade não me acompanhar
Seu moço eu já fui mesmo roceiro, no triângulo mineiro, boiadeiro errante a caminhar
Na estrada de ouro fino, um menino na porteira
Uma panela velha, um gaúcho na fronteira

Por isso eu não troco meu ranchinho, de cipó amarradinho, por uma casa lá na cidade
O rio de piracicaba vai, jogar água pra fora vai, quando eu chorar de tanta saudade
Nestes versos tão singelos, mas belos meu amor
Pra você quero contar, meu sofrer e minha dor

Saudades do luar da minha terra lá na serra branquejando folhas secas belas pelo chão
Da terra tombada e do chão quente esperando que a semente venha lhe cobrir de plantação
Que tristeza imensa eu vou tendo, quando vejo a terra ardendo qual fogueira de são joão
Viagens que fiz com chico mineiro, ouvindo tião carreiro, onde canta o iambú chitão
Viagens que fiz com chico mineiro, ouvindo tião carreiro, onde canta o iambú chitão


No dia que eu sai da casa minha mãe comigo estava a rezar por mim por onde quer que eu for
O sonho de grandeza ó mãe querida, que me fez cair na vida e ficar longe do seu grande amor
Agora o que fazer com essa dor que me invade
Ainda ontem eu, chorei só de saudade

Lembro da chalana lá no rio, que no dia que partiu me levou embora do sertão
Lembro do olhar só de tristeza, lá da cabocla tereza, era de partir o coração
Ela me disse assim olhando em minha cara
Só deixo o cariri no ultimo pau de arara


Saudades do luar da minha terra lá na serra branquejando folhas secas belas pelo chão
Da terra tombada e do chão quente esperando que a semente venha lhe cobrir de plantação
Que tristeza imensa eu vou tendo, quando vejo a terra ardendo qual fogueira de são joão
Viagens que fiz com chico mineiro, ouvindo tião carreiro, onde canta o iambú chitão
Viagens que fiz com chico mineiro, ouvindo tião carreiro, onde canta o iambú chitão

Saudades do luar da minha terra lá na serra branquejando folhas secas belas pelo chão
Da terra tombada e do chão quente esperando que a semente venha lhe cobrir de plantação
Que tristeza imensa eu vou tendo, quando vejo a terra ardendo qual fogueira de são joão
Viagens que fiz com chico mineiro, ouvindo tião carreiro, onde canta o iambú chitão
Viagens que fiz com chico mineiro, ouvindo tião carreiro, onde canta o iambú chitão
Amanheceu eu peguei a viola, botei ela na sacola e fui me embora lá do meu sertão