Rita Benneditto - Jurema - Clickletras.com.br


Letra Jurema

Vestimenta de caboclo é samambaia

Samambaia, samambaia

Vestimenta de caboclo é samambaia

Samambaia, samambaia


Saia caboclo, do meio da palha

Saia do meio da samambaia

Saia caboclo, não me atrapalha

Saia do meio da samambaia


Jurema deu um estrondo

Que toda a terra estremeceu

Por onde anda os companheiros da jurema

Que até hoje não apareceu

Jurema

Ô juremê juremá

É uma cabocla de pena

Filha de tupinambá

Rainha das águas e areias

Nunca atirou pra errar

É uma cabocla de pena