Paralelo 31 - Sem Destino - Clickletras.com.br


Letra Sem Destino

Ela me olhou mas não me viu
Dobrou a esquina e sumiu
Ela atendeu mas desligou
Antes que eu dissesse alô!
Eu não pedi sua atenção
Nem aquele beijo sem emoção
Ela sorriu eu não acreditei
A porta abriu eu embarquei

E agora eu sigo o meu caminho sem ninguém
Eu aprendi a andar sozinho nesse trem
Sou passageio mas nem sei pra onde vou
A cada nova estação um novo amor

Ela subiu sem bagagem não
Olhou pra mim e ao meu lado ela sentou
Essa foi a minha mnais longa paixão
E num dia de chuva ela partiu

E agora eu sigo o meu caminho sem ninguém
Eu aprendi a andar sozinho nesse trem
Sou passageio mas nem sei pra onde vou
A cada nova estação um novo amor