Os Baratas Tontas - Comedores de Cérebros - Clickletras.com.br

Letra Comedores de Cérebros

Esta é a noite e não há nada a fazer
Os mortos se levantam e querem comer
Tentando saciar a sua fome insana
Eles só querem cérebros e carne humana


Você está com medo e o suor escorre na testa
Os mortos acordaram pra fazer a festa
Saem dos caixões e vão tomando a cidade
Devorando todos, não importa a idade


Refrão:

Monstros e zumbis, todo tipo de horror
Vieram do além pra infernizar
Contaminando o ar com um horrível fedor
Só querem carne humana e álcool pra acompanhar

E no cemitério rola a maior farra
Defuntos saciando sua fome bizarra
Comendo os miolos de quem tá no caminho
Devorando tudo e chupando os ossinhos

Dentes de alho, estacas no peito
Balas de prata, mas não há jeito
Não há como matá-los, não
Porque já estão mortos há um tempão


Refrão