Nel Sentimentum - Lírico Espontâneo - Clickletras.com.br


Letra Lírico Espontâneo


Simplificando a cada ato
que eu faço
na metrópole que chove
mesmo quando o céu desaba.

Eu sinto a brisa
só pra refrescar o piso
quando eu passo por de baixo da marquise
e já começo a ter idéia.

Mas eu sigo no caminho
porque o tempo
é muito mais do que a grana
quando falasse da vida que não para

mesmo que ninguém se mova nesse mundo
que tem que se viver tudo
então eu multiplico junto
só pra te atingir mais fundo.

Faço, crio,
me entorpeço,
trafégo pelo físico
sensitivo císmico.

Capto e transmito
me quebro, me trinco
mas..
só vejo aquilo que acredito.

Gritos..
Explosões do meu facíneo
o meu único escape
o meu único caminho.

Lírico..
químico e veridico
mesmo que às vezes o que digo
faça bilhões de sentidos!!

Ando.. onde há espaço
outros que contem passo por passo.
O meu tempo...
e assim os dias se vão.

Atrofiando a mente
aprisionando o seu lado inteligente
o diferente.

Eu vejo hoje
seres muito coerentes
limitados, robotizados
e pouco gente.

Alterando o espaço
a passos largos
como sapatos 44
movimentos retardados.

Na tv concentrados,
compenetrados, vidrados
e quase sempre inspirados
mal influenciados.

Ricassos
ou os povos dos barracos
a caçada é sempre a mesma
a matéria é o alvo cobiçado

Dessa busca sou um renegado
o meu tesouro não é ouro
é algo..
inimaginável.

Deixando em segundo planoa verdade,
felicidade.
Sentimentos nobres e escaços
quem é que sente quem é que sabe??

atrás do próprio medo
esconderam a bondade
que trairagem,
crocodilagem,

Confiança aqui é sinonimo de raridade
como os laços desatados da amizade
elementos que caem no abismo
em alta velocidade.

Não sou milagre..
mas sim um integrante das equipes de resgate
um forte aliado da positividade
e falo tudo isso com a mais pura e simples
sinceridade,
é de verdade!!