Mestre Ambrósio - Chamá Maria - Clickletras.com.br


Letra Chamá Maria


Toda noite é assim,
Toda festa é assim...

Gente antiga, gente estranha
Um da Espanha, um daqui
Um brabo bate, um mole apanha
E o pagamento é que é ruim

Toda vez é assim
Outra vez é, foi assim...

O fole emperra, a voz arranha
Eita, pisada sem fim!
O povo berra, um besta ganha
E um bebo grita pra mim:

Vai chamar Maria
Pra aprumar o canto!
Pra chamar Maria
É só cantarolar!
Pra chamar o povo
Pra dentro do terreiro
Encantando, espantando
Os males a cantar!