Mestre Ambrósio - A Roseira (Onde a Moça Mijou) - Clickletras.com.br

Letra A Roseira (Onde a Moça Mijou)


O mundo estava em guerra
Ninguém mais se entendia
Canhões de artilharia
Davam tiros sobre a terra
Foi aí que lá na serra
Tudo se modificou
Quando alguém anunciou
Disparado na carreira
Nasceu um pé de roseira
Onde a moça mijou!

Onde antes só havia
Desolação e tristeza
Pouco a pouco a natureza
Alegremente sorria
A vegetação crescia
E um riacho se formou
A água tanto aumentou
Que fez uma cachoeira
Nasceu um pé de roseira
Onde a moça mijou!

Acabou-se a tristeza
Ninguém mais ali chorava
Por ali só se falava
Na rosa e sua beleza
Como é linda a natureza
Depois que a rosa brotou
Foi ela quem nos deixou
Essa linda cachoeira
Nasceu um pé de roseira
Onde a moça mijou!

Foi tão grande a emoção
Era tanta alegria
Que todo mundo corria
No meio da multidão
Demontrando gratidão
Todo mundo se abraçou
E alegremente cantou
Repetindo a noite inteira
Nasceu um pé de roseira
Onde a moça mijou!

Foi aí que a velhinha
Que não dava mais no couro
Achou que era um desaforo
O mistério da mocinha
Pegou sua bengalinha
E para a serra rumou
Quando ela se acocorou
Foi aquela cachoeira
Matou o pé de roseira
Onde a moça mijou...