Matielli Drunk - Se Eu Avançar Siga-me, Se Eu Recuar Mate-me,se Eu Morrer Vingue-me - Clickletras.com.br

Letra Se Eu Avançar Siga-me, Se Eu Recuar Mate-me,se Eu Morrer Vingue-me

Não ligo pro que vocês dizem
Pra mim são porcos que se contradizem
Meus heróis morreram,eu também vou morrer
Mais antes disso eu vou voltar pra pegar vocês

Eu ando pelas estradas não vejo ninguém comigo
Eu só vejo faladores gerando conflito
O tempo passa e isso continua a mesma merda
É errando que se aprende,seguirei essa leva

Eu posso seguir um só caminho
Mas eu não estou sozinho
Leviano,caminho pelos rios
E sei que um dia eu fico rico

Oque eu passei de lá pra cá
Me ensinaram coisas impossíveis de ignorar
Eu fui e voltei,eu corri e andei
E fiz escolhas que um dia me arrependerei

De algumas já me arrependi,mas aprendi
Fiz coisas que não imaginei,por isso estou aqui
Atrás das grades não veram,nunca
Quem é você ?! olha quem me julga

Se eu avançar siga-me
Se eu recuar mate-me
Se eu morrer vingue-me
Esse é meu lema,estilo guerreiro viking

Várias mentes captam minhas letras e não as mensagens
Um buraco negro te puxa pra reciclagem
Eu quero mais é distancia dessa vagem
Meu estilo é assim mesmo,estilo agressivo e selvagem

Eu me sinto intoxicado pelas suas idéias rídiculas
Eu já não procuro respostas só nas pilulas
Meus versos trazem histórias,divididas por vírgulas
E quanto mais conheço rap,mas ainda isso me fascina

Eu ultrapasso os falso que correm por fora
Faço o caminho direto no meio do ninho de cobra
Tem que dar valor,arquiteto como uma obra
Por isso meus rap sai e vagabundo diz que tá da hora (2x)

Eu enfrento meus demônios,um por um,um a um
Estou nas portas do inferno estilo doom
Liga o flash,vai,aperta o zoom
Estou distante da cena,baby,sou o número um

Se eu quisesse eu não rimaria,jogaria tudo fora
Mais pela sacos iguais a voces carrego na sola da bota
Ouvi uns rap,disse,essa porra ta foda
Só lixo sem conteúdo,faltou oque apavora

E agora?! só trago minha nova velha idéia
Renovar a cena com oque se menos espera
Não sou o eminem brasileiro,to distante disso
Sou o rapaz apaixonado pelo rap e nosso compromisso

Fãs de verdade eu tenho poucos iguais meus amigos
E sei que quando precisar eles vão tá la comigo
Essas merdas que eu arrumo são resultado dos meus atos
Sou insano constantimente,hiper ativo eu não paro

Merdas falam merdas e eu simplismente me calo
Faço minha parte,o Sábio não diz oque sabe,ele fica calado!
Aos que me acompanham des do MDS
Notaram ? esse é o outro Matielli

Mais poético,menos obceno e mais franco
Eu digo oque quero e na minha frente você fica branco
Pálido,minhas rimas são tipo ácido
Elas derretem os falsos,os verdadeiros são meus braços

Fazendo meu rap,eu vejo que tenho muita informação
Melhorei a dicção e pus mais coração irmão
E até pra baixo,deprimido eu consigo expor meus sentimentos
Por isso eu choro quando escrevo oque tá aqui dentro

Eu não me prendo no passado nem almejo o fracasso
Mando meus manos seguirem meus passos
Faça oque digo mais não faça oque eu faço
Se não,voce pode ficar até mais calejado!

Ouviu meu album livre? foi eu que quiz me libertar
Vi que existe um mundo melhor,foi só eu procurar!

Eu ultrapasso os falso que correm por fora
Faço o caminho direto no meio do ninho de cobra
Tem que dar valor,arquiteto como uma obra
Por isso meus rap sai e vagabundo diz que tá da hora (2x)

Deus perdoa,eu não .