Matielli Drunk - A Beira do Precipício - Clickletras.com.br


Letra A Beira do Precipício

O ar que tenho no meu peito foi embora com a coragem
Mas ainda tenho persistencia e muita força de vontade
O mundo está contra mim,rodiado de trairagem
E nem por isso disse foda-se e voltei pra alta-voltagem

Tentaram me prender na lama,mas quebrei correntes
Idependente do que dizem,eu só tento olha pra frente
Me sinto sem os braços,não tenho ajuda de ninguém
E apesar do que dizem eu nunca tento me fazer de refém

Contra mim eu vejo alguem da minha familia e nem acredito
Meus olhos eram vendados e hoje nao sei em quem confio
Tenho dito e confirmado a tudo
Tentei me lapidar mais pra isso,sou um diamante bruto

O mundo é rodiado de egoísmo,egocentrismo e inimizades
E quando penso que já vi de tudo encontro uma barbaridade
Falsas casualidades é oque cês mostram
Um bando de monstros inimaginaveis que vocês se formam

Um dia já quiser ser o melhor e maior,o centro do universo
E agora quero calar a todos que disseram que eu não presto
Nem um pouco modesto
Podem falar oque for,nunca deixarei de ser sincero

Me sinto um samurai que luta até o ultimo suspiro
Quando eu partir o luto vai vestir as ruas pelas quais piso
Eles querem me jogar no chão,mais eu tenho asas
Uso elas pra poder voar e ficar longe de casa

A lama não é meu lugar,mas tentam me jogar lá
Pode pá que eu vou batalhar a procura de brilhar
A lama não é meu lugar,mas tentam me jogar lá
Pode pá que eu vou batalhar a procura de brilhar (2x)

A dificuldade cria obstaculos passados com suor
Por toda minha vida tive correrias que me deixaram maior
Procurei soluções ignoraveis pra obter felicidade
Não que eu fiquei triste,mas foi só pra perder a sobriedade

Rastejando e me impondo perante a socidade
Descubri que tenho poder de perssuasão e alta mentalidade
Inteligência acima da média pra debater bastante
E lanço um foda-se pra cada um que me enchega como antes

Meus joelhos doem cada vez que apresso o passo
Meus pés já não aguentam pisar e to cheio de calos
Não me calo sobre oque falam ou sobre denigrirem minha imagem
Por um segundo pensei em ir sem voltar e não faltou coragem

Descobri em Deus a solução pro meu labirinto
Que me deixou perdido a cada caminho que eu tinha escolhido
Eu encontrei saidas que nem eu mesmo enchegaria
Se eu não tivesse encontrado essa fase na minha vida

Cada vez que eu deixava os ventos me levar voando
Eu perdia o caminho e não sabia nem por onde tava andando
As vezes eu já me senti caindo de um precipicio
E quando eu pensei que era o fim,vi que era só o inicio

Olha só a diferença de antes pra hoje
Eu antigamente pensava em sair daqui e perder o controle
Me jogar na vida do crime fazer um dim e morar longe
E a resposta pra tudo veio quando perguntei porque Deus não me responde

A lama não é meu lugar,mas tentam me jogar lá
Pode pá que eu vou batalhar a procura de brilhar
A lama não é meu lugar,mas tentam me jogar lá
Pode pá que eu vou batalhar a procura de brilhar (2x)