Martinho da Vila - Nem Ela, Nem Tu, Nem Eu - Clickletras.com.br

Letra Nem Ela, Nem Tu, Nem Eu


Fantasiada pela estrada
Tentação apareceu
E quase sempre a solução
É seduzir e ir embora
E agora
Nem ela, nem tu, nem eu
Eu quero paz pra minh`alma
Preciso de calma
Ó meu Deus que horror
Vivo em constante agonia
A nostalgia é melhor que este amor
Meu Deus, eu não posso viver assim
Imploro que vós tenha pena de mim
Não quero mais saber deste amor
Ó senhor
Quem trouxe paz para o meu lado foi aquela
Que Deus me deu
Fantasiada pela estrada
Tentação apareceu
E quase sempre a solução
É seduzir e ir embora
E agora
Nem ela, nem tu, nem eu