Luiz Carlos Borges - Canção de Sabão - Clickletras.com.br

Letra Canção de Sabão

Rosa, Rosinha, mocinha
À beira rio, sob o sol
Num quarador de flexilhas
Desfralda um alvo lençol

Fim de campo, fim de mundo
E um rancho de santa-fé
No cabelo de Rosinha
O azul da flor do aguapé

Alvo lençol, alva alma
E o coração de algodão
Rosa, Rosinha, mocinha
É noiva da solidão
Seus sonhos vão água abaixo
Como a espuma do sabão!