Luciano Guarise - Quando a Gaita Se Abre - Clickletras.com.br

Letra Quando a Gaita Se Abre

Quando a gaita se abre a poeira levanta
avontade é tanta de dançar vaneira
o balanço me leva "pro" meio da sala
e a gaita me embala manhosa e faceira.

Quem é que não gosta de uma arrasta pé
se falta "muié" eu me atiro sozinho
me largo assanhado com olhar de carancho
se bobiar eu engancho a morena pro ninho.

Balança, balança que a gaita me embala
e eu vou pra sala e danço a noite inteira.
Levanta, levanta o pó do salão
eta baile bom e dê-lhe vaneira.