Luciano Guarise - Bem fronteiro - Clickletras.com.br


Letra Bem fronteiro

Toca que toca um tranco veio bem fronteiro
Desses de fazer rodeio num salão de chão batido.
Que me atiro chaqualeando os recavem
Isso faço bem co?as esporas dando tinido.
Saracoteando tomo conta do bailão
E fica loco de bom se o balanço me convida.
Mais de dez léguas no lombo do meu tordilho
É hoje que me enforquilho como gosto dessa lida.

Trabalho tanto na semana inteira na espera pra gastar a sola da bota,
Que coisa boa uma vaneira pra um índio xucro lá do fundo da grota.

Dá coceira no pé quando escuto uma vaneira
Levantando polvadeira quero toque quero tranco.
Meu divertimento no fim de semana, gaita, china e canha
Pra um peão de fundo de campo.
De gole em gole o baile veio pega fogo
E eu que não sou bobo danço tudo que vier.
Eu não sou louco de perder uma vaneira
Logo é segunda-feira e seja lá o que Deus quiser.