Interruptores do Asfalto - Diplomática utopia - Clickletras.com.br

Letra Diplomática utopia

Tento escrever as palavras que não gosto de escutar
Não sei dizer quantas vezes eu tentei me isolar
Nem sei porque, as perguntas não podem me sustentar
Mas compreender, as respostas não estão soltas no ar
Eu não sabia mais o que era viver
Tentei aprender, as histórias podiam se aproximar
Sem perceber, na memória o risco de atrofiar
Mas vou beber todo o sangue que começar a jorrar
E podes crer, diplomatas um dia vão nos matar
Na utopia de roubar nosso prazer

Posso começar a falar tudo o que quero fazer?
Sei que não vão me escutar
Mas posso ser o seu principal lazer
Pode começar a brincar

Com o teu brinquedo de criança assassina
Com o meu sossego que há tanto te fascina
As minhas regras não vão te fazer parar
Tua boneca sem braço pode chorar?
Nos seduzir pode fazer
A sua vida virar o maior barato
Você não deixa os rastros do seu sapato
Nossas siladas não vão fazer dormir
Meu desespero serve pra te fazer rir
Isso nunca vai acabar