Igor Kannário - Filho do Gueto - Clickletras.com.br


Letra Filho do Gueto


Filho do Gueto, sangue de preto
Protegido pelo poderoso.
Que me guia na pista na noite ou no dia
contra a força do malicioso

Coloquei meu castelo em jogo
pássaro renascido do fogo
Se prepara pra festa meu povo
que eu vim balançar o bagulho de novo

Nova era, o barril veio em dobro
Humildade é a chave o respeito
Sou a voz da favela que invade a janela
e faz bater forte o seu peito

Sou assim, já nasci desse jeito
meio louco, errado, imperfeito
A minha coroa não foi a toa

Nasceu o Príncipe do Gueto, o Príncipe do Gueto

Filho do Gueto, sangue de preto
Protegido pelo poderoso
Que me guia na pista na noite ou no dia
contra a força do malicioso

Coloquei meu castelo em jogo
pássaro renascido do fogo
Se prepara pra festa meu povo
que eu vim balançar o bagulho de novo

Nova era, o barril veio em dobro
Humildade é a chave o respeito
Sou a voz da favela que invade a janela
e faz bater forte o seu peito

Sou assim, já nasci desse jeito
meio louco, errado, imperfeito
A minha coroa não foi a toa

Nasceu o Príncipe do Gueto, o Príncipe do Gueto