Igor Kannário - Balanço da Viseira - Clickletras.com.br


Letra Balanço da Viseira


Camisa colorida, descendo no balanço da viseira.
Descendo a avenida bonocô, balançando a cabeleira.
Camisa colorida, descendo no balanço da viseira.
Descendo a avenida bonocô, balançando a cabeleira.

Dê o seu astral, dê o seu astral, Balançando eu vou balançar geral.
Dê o seu astral, dê o seu astral, Balançando eu vou balançar

To no balanço, toque de tambor, som de agogô no bordão do violão.
to no Peló, toque de tambor, no bordão do violão

Leva-eu, Leva-eu, Leva-eu Leva-eu, Me Leva.
Joga a mãozinha para cima e bate palma.
Leva-eu, Leva-eu, Leva-eu Leva-eu, Me Leva.
Deixe de estresse.

Leva-eu, Leva-eu, Leva-eu Leva-eu, Me Leva.
Joga a mãozinha para cima e bate palma.
Leva-eu, Leva-eu, Leva-eu Leva-eu, Me Leva.
Deixe de estresse.