Filosofia Urbana - Busque sua Luz - Clickletras.com.br


Letra Busque sua Luz

Busque sua luz
(Autoria: Jairo Martins) paulysta2p


Eu quero amor, eu quero alegria.
Chega de guerra na periferia.

Vai truta busque sua luz mais ai no caminho não seduz.
Mulher é bom é ruim se liga te da o amor ódio intriga.
Então me diga tem saudades você deixou tudo é verdade.
Tudo tem um preço escuta ai vai com Deus mano eu fico aqui.
De rocha tem idéias e atitudes a definição não é na juventude.
Baik JNA discmam e bombeta o sonho do oitão é muita treta.
O relógio e tempo é saudade quem vai um dia volta é verdade.
Eu tenho fé ladrão, você também busco algo fama dinheiro alguém.
Cara é complicado um barato hó eu falando só e errado.
Meu pensamento não vai me trair, to fazendo errado não vou cair.
Tenho que subir, não posso fugir, a idéia é loca eu vou explodir.
Então mando lembranças, mais uma vez só é bom ser criança.
Vejo meu filho brincar a tarde lá fora, de manhã Paulo acorda.
Queria poder estar em seu lugar, não dá faz tempo que parei de sonhar.

Eu quero amor, eu quero alegria.
Chega de guerra na periferia.

Quanto tempo faz você cresce um adolescente aqui sobreviveu.
Na periferia a vida nunca muda nossos sonhos sempre uma tortura.
Um opala preto quatro porta carro de ladrão isso não importa.
Lupa da hora mina de esquema qual mal nisso qual seu problema.
Aprendi tudo com o seu sistema rico lá pobre aqui de volta a cena.
Os panos da ciclone as correntes flagrante é do zome a PT o pente.
Nunca mais soube noticias suas cada qual com sua vida na ruas.
Cada um é cada um você falou é estranho colher o que você plantou.
A vingança é uma das doenças seu ódio aqui marcou presença.
A obsessão desfigura sua moral questão de ética nunca foi normal.
Paga pau pra quem Fernando Dutra, Leonardo Pareja, Beira-mar ou Xuxa.
Eu não quero ser como os outros viver fudidos iludidos por tão pouco.
Meu irmão aqui deixou saudades se enganou confiou nas amizades.
Mais pode crê joga o jogo vamos lá caiu mais um a guerra não vai parar.

Eu quero amor, eu quero alegria.
Chega de guerra na periferia.