Bizarra Locomotiva - Engodo - Clickletras.com.br


Letra Engodo

Rimo a constituição íntima das coisas
Que se me deparam lacrimosamente
Adormecido de todas as estranhezas
Que se me afligem ao extraviar-se

Mas vendi-me
Num largo gesto de simpatia
Que me custou a morada

Inexorávelmente calmo, seco a garganta
Sanhudo, bebo da mentira alheia
Indiferente, classifico-a raíz dos enganos
E exercito-me ao recitá-la

Mas vendi-me
Num largo gesto de simpatia
Que me custou a morada