Bizarra Locomotiva - Desgraçado de Bordo - Clickletras.com.br

Letra Desgraçado de Bordo

O desgraçado de bordo
Recusou as oferendas
Recusou a moral
Recusou a vida
Queriam-no atado à persistência do tempo
Davam-lhe a imortalidade

Desgraçado de bordo
Recusou as oferendas
Recusou a moral
Recusou a vida

Escolheu o descalabro dos mendigos
Desenterrou escutou e calou.