Bernardo Bravo - A geada - Clickletras.com.br


Letra A geada

A geada chegou
Soprando todo o fogo, vento provocava a sua fala
Improvisando a dor
Parando com o verbo
Vento congelando fragmentos
Do meu olhar um arranhadura
Os dedos do ar
Uma estrela que apagar, num estalo.
Observava o teu silêncio
Você me oferecendo um cigarro num desses cafés do centro
Eu te procurava
E você me encontrava
Destilando o seu olhar lentamente
Te solucionava, e você a me entregar todo mal guardado
Num cofre dentro da sua cabeça
Um beijo de tchau

A geada chegou
Soprando todo o fogo, vento provocava a sua fala
Improvisando a dor
Parando com o verbo
Vento congelando fragmentos
Do meu olhar um arranhadura
Os dedos do ar
Uma estrela que apagar, num estalo