Benito Di Paula - Pout - Clickletras.com.br


Letra Pout

Quem vê aquele barraco
Abandonado, lá em cima no morro
Não sabe que ali viveu o meu amor
Quem vê uma fantasia
Jogada, num canto perdida
Não sabe quem com ela desfilou

Quem vem lá, quem vem lá, quem vem lá
Diga, meu amor onde andará

Quem vem lá, quem vem lá, quem vem lá
Diga, meu amor onde andará


Ela veio do lado de lá pra sambar
Ela veio do lado de lá pra sambar

Ela veio do lado de lá pra sambar
Ela veio do lado de lá pra sambar

Ela é padrão de beleza, é mulher brasileira
Não vejo defeito, e de qualquer maneira
Gostou do meu samba, e ficou a me olhar

Juro, com o samba no asfalto, com a Escola na rua
Com ela sambando, eu garanto a vitória
E até dou meu barraco pra ela morar

Ela veio do lado de lá pra sambar
Ela veio do lado de lá pra sambar

Ela veio do lado de lá pra sambar
Ela veio do lado de lá pra sambar


Eu passei a noite inteira lhe admirando
Fui sambando, fui chegando, e você me amando
Você foi tomando conta do meu coração
Eu passei a noite inteira lhe admirando
Fui sambando, fui chegando, e você me amando
Você foi tomando conta do meu coração

Eu passei a noite inteira lhe admirando
Fui sambando, fui chegando, e você me amando
Você foi tomando conta do meu coração
Eu passei a noite inteira lhe admirando
Fui sambando, fui chegando, e você me amando
Você foi tomando conta do meu coração


Onde está você ?
Com meu violão
Se você chegar fora de hora
Não deixo você desfilar no meu cordão