Benito Di Paula - Doce Bahia - Clickletras.com.br


Letra Doce Bahia

Me leva, me leva, me leva que eu quero ir
Pra beber água de côco, com casca de cambuí
Me leva, me leva, me leva que eu quero ir
Pra beber água de côco, com casca de cambuí

É um convite de primeira,
Responsabilidade, eu não posso faltar
A elite da Ribeira, que a semana inteira me espera por

Vou rever Mãe Menininha, lá no Cantuá, com suas rezas
mil
Fortemente em magia, na doce Bahia desse meu Brasil
Fortemente em magia, na doce Bahia desse meu Brasil

Me leva, me leva, me leva que eu quero ir
Pra beber água de côco, com casca de cambuí
Me leva, me leva, me leva que eu quero ir
Pra beber água de côco, com casca de cambuí

Tudo é felicidade naquela cidade de São Salvador
Onde impera a poesia com a sabedoria de um trovador
Vou levando em verso e prosa, com rima formosa ao
Senhor do Bonfim
O meu povo faz a moda, com o samba de roda cantado por
mim
O meu povo faz a moda, com o samba de roda cantado por
mim

Me leva, me leva, me leva que eu quero ir
Pra beber água de côco, com casca de Cambuí
Me leva, me leva, me leva que eu quero ir
Pra beber água de côco, com casca de Cambuí

Tudo é felicidade naquela cidade de São Salvador
Onde impera a poesia com a sabedoria de um trovador
Vou levando em verso e prosa, com rima formosa ao
Senhor do Bonfim
O meu povo faz a moda, com o samba de roda cantado por
mim
O meu povo faz a moda, com o samba de roda cantado por
mim