Banda Pagode da Ofensa - O Tal do Talarico - Clickletras.com.br

Letra O Tal do Talarico

Não ligo de você dormir aqui hoje eu posso até te dar abrigo
Sua mulher te botou pra fora e eu resolvi ser teu amigo
Tudo bem você tomar o meu café e não deixar nenhum farelo
Pode sentar no meu lugar com o meu roupão e o meu chinelo
Tá ok se eu chego em casa do trabalho e você com o pé em cima da mesa
Cê pode abrir minha geladeira e até tomar da minha cerveja
Mas se eu te pegar de graça com a minha mulher, aí eu me retifico
Cê só não pode ser o tal, o tal do talarico!

Tatatatatatatatatatatatatatatalarico, tatatatatatatatatatatatatatatalarico!

Se eu falo mal da minha patroa chapado na mesa do bar
Isso é só um desabafo e não um convite pro meu lugar
Se eu te chamo em casa no domingo pra assistir o futebol
Não é pra torcer pra ela passar na sala de baby doll
Se vier mexer na minhas gaveta toma cuidado com o tiro no pé
Faço questão de abrir a sua e cheirar a calcinha da tua mulher
Mas se mesmo assim você furar meu olho e conseguir o adultério
Eu arranjo um lugarzinho pra vocês morarem lá no cemitério

Tatatatatatatatatatatatatatatalarico, tatatatatatatatatatatatatatatalarico!

Me disseram uma vez que amizade, é um amor que nunca morre
Mas se você for um amigo talarico: Corre filha da p***, corre!