Banda Alcora - 1975 - Clickletras.com.br


Letra 1975

Todo dia vejo o nascer do sol
Esperando poder sorrir
Mesmo depois de tudo
Mesmo depois que o mundo
Foi traído e vendido escravizado e destruído.

O vento sopra e borda pelo céu
Com as nuvens o retrato do seu rosto
Pareço esta perdido, mas quem não estará perdido
Depois de perder o que mais amou aqui?

E posso ate ouvir a voz, de quem lutou sofreu e ate morreu pra mudar o futuro
E ate ouvir a voz, de quem chorou com a vitoria comemorando o recomeço de tudo
E ate ouvir a voz, do nascer de uma nova vida,
Nos somos sim capazes de amar

A noite cai e trás a ilusão
Não são os anjos que estão por aqui
É mais um dia como outro qualquer
Onde a esperança aguarda ao relento por alguém
E você diz que não se importa mais
E que o tempo é só um jogo desleal
Onde o medo predomina e a violência trai os seus segredos mais sinceros

Mudei e quem vai mudar, enquanto todos forem o que são?
Lutei e quem vai lutar,enquanto tudo estiver como esta?
Pensei e quem vai pensar, o ócio predomina sobre a nossa juventude
Então diz pra mim, o que vamos fazer
Eu preciso encontra meu caminho
Sera que são apenas mentiras...

E posso ate ouvir a voz, de quem lutou sofreu e ate morreu pra mudar o futuro
E ate ouvir a voz, de quem chorou com a vitoria comemorando o recomeço de tudo
E ate ouvir a voz, do nascer de uma nova vida
Nos somos sim capazes de amar

E a liberdade morre quando você, deixa de fazer o que queria
E a liberdade morre quando você, deixa de fazer o que queria
E a liberdade morre quando você, deixa de fazer o que queria
E a liberdade morre quando você, deixa de fazer o que queria
Por alguém, por achar, que não é capaz de conquistar!!!


Top 10 Banda Alcora

  1. 1975
  2. Flores Mortas
  3. Anjos que caem
  4. Sonhos Mudos


Relacionados