Banda 100 Parêa - Inquilina de Violeiro - Clickletras.com.br

Letra Inquilina de Violeiro


E um rapaz com viola
Vem chegando do interior
Com chapéu boiadeiro
E traje de lavrador
Em prédio em São Paulo
Entrou num elevador

Também entrou uma moça
Igual um botão de flor
Achando a moça tão bela
O rapaz falou pra ela
Quero ser seu amor

A menina respondeu
Com jeito bem delicado
Para mim você não passa
De um mendigo conformado
Você com sua viola
É um caipira atrasado

Não tem onde cair morto
E quer ser meu namorado
Só fico com gente nobre
Você é um rapaz tão pobre
Não namoro pé-rapado

E o rapaz muito educado
Então disse pra menina
Ando com essa viola
Pra cumprir a minha sina
Mas sou muito caprichoso
Só prédio de esquina
Para mim não passa
De uma falsa granfina
Onde mora não é seu
Esse prédio aqui é meu
Você é minha inquilina

Me chame como quiser
De caipira ou de roceiro
Esse chapéu representa
O troféu dos boiadeiros
Não largo dessa viola
Porque sou bom brasileiro
Atrasou seu aluguel
Vim receber meu dinheiro
Cumpra o seu dever
Sinta orgulho de ser
Inquilina de violeiro