AllanZi - Suicídio do Poeta Contemporâneo - Clickletras.com.br


Letra Suicídio do Poeta Contemporâneo

Depois de muito buscar
Em vão no mundo um lugar
Desisto, entrego os pontos
Não consigo mais lutar

Me numeraram, cadastraram, carimbaram
Mandaram esperar
Me deram uma senha
Que não sei decifrar

Tentei dizer que o que faço é
Fazer o homem sonhar
Disseram que não precisam mais de mim

E quando eu fui a ti, desabafar
Estava ao telefone celular

E quantas vezes quis lhe avisar
Enquanto dorme, tento lhe despertar
E quando a aurora beija o mar
É minha hora
Vou-me embora
Digo adeus

Não vá dizer
Não vá, não vá (3x)